Skip to content

Brasil bate Argentina e conquista o Sul-Centro Americano de Handebol

0Comments

Brasil bate Argentina e conquista o Sul-Centro Americano de Handebol

☉ Jan 21, 2024
0 views
Spread the love

O ano começou bem para a seleção masculina de handebol do Brasil. Na noite deste sábado (20), em plena Buenos Aires, a equipe derrotou a Argentina por 28 a 26 e confirmou o título do Torneio Sul-Centro Americano da modalidade.

A partida – válida pela última das cinco rodadas da competição – não era uma final em teoria, mas, na prática, decidiu o campeão, já que somente as duas seleções poderiam sair com o troféu. O triunfo teve sabor de revanche para os brasileiros, que haviam perdido a decisão dos Jogos Pan-Americanos de Santiago, em novembro do ano passado, justamente para os argentinos.

O Brasil chegou à partida precisando apenas de um empate para se sagrar campeão, já que havia saído vencedor dos quatro primeiros duelos (contra Uruguai, Paraguai, Costa Rica e Chile). À Argentina só restava vencer. Na primeira etapa, os argentinos tomaram a frente do placar e foram para o intervalo vencendo por 14 a 13.

No entanto, a segunda etapa trouxe uma reação brasileira, que chegou a abrir três gols de vantagem e terminou por assegurar o triunfo por 28 a 26. O título – o segundo consecutivo do país na competição – estava garantido.

Desde a vitória contra o Chile, o Brasil já havia assegurado um de seus objetivos, que era se classificar ao Mundial de 2025 (os três primeiros colocados receberam esse direito). O título trouxe mais confiança para uma outra meta, em um futuro mais próximo: o Pré-Olímpico.

Como foi derrotada na final do Pan, a seleção viu a Argentina garantir a vaga antecipada do continente nos Jogos de Paris. Com isso, terá que participar, entre os dias 14 e 17 de março, do torneio que dará uma segunda chance para a classificação à Olimpíada. Ainda não há nem local nem adversários definidos.

ebc
https://agenciabrasil.ebc.com.br

Lula participa de cúpulas regionais na Guiana e em ilha do Caribe

Esperança de justiça une mães de vítimas da violência policial no Rio

Entidades civis pedem mudança na apuração da violência policial no Rio

Voto feminino faz 92 anos; ação de ativista alagoana marca luta

Mutirão limpa praias, lagos e parques em 12 cidades

Mulher é estuprada dentro de delegacia no Guarujá

Campanha no Rio Open de tênis faz João Fonseca subir 313 posições


Esportes