Skip to content

OIT prevê que crescimento econômico global desacelere em 2024

0Comments

OIT prevê que crescimento econômico global desacelere em 2024

☉ Jan 12, 2024
0 views
Spread the love

11 de janeiro de 2024

 

As Nações Unidas prevêem que o crescimento econômico irá desacelerar novamente este ano, com o desemprego global a aumentar ligeiramente.

No relatório deste ano, divulgado no dia 10, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) previu que a taxa de desemprego global este ano seria de 5,2%.

Isto representa um ligeiro aumento em relação à taxa de desemprego do ano passado de 5,1%, uma queda de 0,2 pontos percentuais em relação aos 5,3% do ano anterior.

A OIT salientou que, apesar da ligeira diminuição do desemprego no ano passado, estavam a ser reveladas vulnerabilidades no mercado de trabalho.

A OIT analisou que, apesar do aumento de curto prazo à medida que os países emergiam da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), os salários reais são frequentemente vulneráveis ​​a choques súbitos de preços, e não se espera que o declínio resultante nos padrões de vida melhore no curto prazo.

O relatório salientou que se espera pouco crescimento do emprego nos países de rendimento médio-alto durante os próximos dois anos.

Além disso, foi revelado que persistem diferenças importantes nas taxas de desemprego entre países de rendimento elevado e países de baixo rendimento, e que a pobreza deverá continuar.

O relatório refere ainda que a desigualdade de rendimento global aumentou.

 

news-wiki
https://news.wiki.br/

SAG Awards 2024: veja vencedores da 30.ª edição da premiação

Zelenskyy confiante que as democracias mundiais garantirão a derrota da Rússia

Selena Gomez, Linkin Park, Ludmilla e mais: confira os lançamentos musicais da semana

A Casa Branca está disposta a “aumentar o comércio e o investimento” na Argentina

La Casa Blanca dispuesta a “aumentar el comercio y la inversión” en Argentina con el nuevo gobierno de Milei

STF condena mais 15 réus pelos atos antidemocráticos de 8/1

Mediadores de paz em Paris tentam evitar a iminente ofensiva israelense em Rafah


Wall